Simulando o INCC no seu financiamento

Tá..
Eu li tudo o que encontrei sobre INCC mas como medir o impacto que ele irá causar nas parcelas  que pagarei à construtora durante a obra?
E nessas leituras, eu descobri o PIOR: O tal do INCC incidiria também nas parcelas semestrais/anuais e no saldo devedor.
Nossa, isso me preocupou muito viu?
Porque quando compramos o apê e simulamos o financiamento, nossa renda estava próxima do mínimo necessário para financiarmos o valor atual.  Essa correção monetária que está acontecendo mensalmente poderia impactar nossos sonhos.  E essa não é uma opção! De jeito nenhum!
Decidi então aprender como calcular e simular como ficariam minhas parcelas até a entrega das chaves.  Preciso assumir que foi um susto!
É assim, quanto maior o saldo devedor, maior a correção né? Afinal o índice incide no valor total acumulado.
Explicando:

Se você comprou um apartamento e se comprometeu da seguinte forma:

Entrada + parcelas mensais de R$ 1000,00 durante a obra + 02 anuais de R$ 4000,00 + R$ 6000,00 para entrega das chaves e saldo devedor de R$ 100.000,00.

Quer ter uma idéia do que vai acontecer? Eu fiz uma planilha no excel para te dar uma idéia:

– A prestação mensal irá de R$ 1000,00 para R$ 1191,08 em 30 meses.
– A parcela anual que você irá pagar no primeiro ano irá de R$ 4000,00 para R$ 4386,36.
– A parcela anual que você irá pagar no segundo ano irá de R$ 4000,00 para R$ 4650,71.
– A parcela da entrega das chaves irá de R$ 6000,00 para R$ 7121,56.
– O seu Saldo Devedor irá de R$ 100.000,00 para R$ 119.144,17.

Se não fosse corrigido por esse índice, o total pago junto com o saldo devedor seria de R$ 144.000,00.  Com as correções simuladas em 30 meses (prazo médio para construção de um condomínio), o valor vai para R$ 168.561,61.  Se você não estiver preparado, terá um susto ao descobrir que pagará aproximadamente R$ 24.000,00 a mais do que previsto quando assinou o contrato com sua construtora. 

Importante: Após a entrega das chaves, o saldo devedor geralmente passa a ser corrigido pelo IGPM + 1% ao mês.  Se tiver problemas com o Banco que você escolher para o financiamento, precisa se preparar para esse reajuste também.
Geralmente é mais fácil realizar o financiamento com o Banco que está financiando sua obra.
Caso você prefira financiar pelo Banco do Brasil, mas o Banco que financia seu empreendimento é o Itaú, você poderá encontrar dificuldades para realizar o financiamento e enquanto não financiar, seu saldo devedor continuará crescendo mensalmente.
Estou super feliz pois a minha obra é financiada pela Caixa Econômica Federal, o banco que escolhi para financiar meu apê (e que hoje me oferece as melhores condições).

 

Anúncios

Marcado:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: