Preciso contar um segredo!

Meus dias no trabalho estão super corridos.

Chego aqui com vários planos, e quando vejo passou o dia e não fiz nada além de trabalhar.

Vou contar um segredo:

– Fui ontem ao Emagrecentro conhecer a clínica e os métodos.

Mediram minha cintura, quadril, altura e peso. 

Me senti um fracasso ao perceber o quanto engordei.  Além disso percebi que nos últimos 3 anos, além de ter ficado mais velha (óbvio!!!), estou mais flácida.  Antes, meu trabalho exigia muito mais do meu físico, eu caminhava bastante, e nas folgas malhava.  Não tinha carro, andava muito mais a pé e de ônibus.

Hoje, passo de 8 – 10 horas sentada de frente para o computador.  Não tenho quase disposição para malhar.  Encontro as mais diversas desculpas: acordo muito cedo, chego muito tarde, não tenho tempo, etc.  Vou de carro até na padaria e isso é uma coisa que muito me incomoda: acomodação!

Encontrei a palavra certa: Acomodada!  É assim que estou: conformada com a minha vida, rotina e desculpas.

Ganhei aproximadamente 6 quilos no último ano.  No entanto, eu não consigo freqüentar a academia há quase 2 anos, o que significa que meu corpo está com menos músculos, e eu que estou mais flácida.  Um horror!

Por tudo isso, tenho buscado dentro de mim a força para mudar.  Preciso me amar, me valorizar e cuidar do meu corpo.  Só eu posso fazer isso.

Aí entra a história do segredo. 

Decidi fazer um pacote do Emagrecentro que promete milagres, rs. 

Brincadeiras a parte, os tratamentos estéticos são apenas uma ajuda pois o maior trabalho depende de mim.  Preciso fechar a boca, dizer não aos excessos, ter controle sobre o que entra no meu organismo, vencer a compulsão.

Desde ontem estou com dois vidros com essências que, de acordo com a esteticista que me atendeu, ajuda a “enganar” o cérebro.  Se é verdade ou não, científico ou não, eu gostei da história. 

Realmente ontem não comi chocolates e hoje até agora não.   E no almoço comi pouco e fiquei muito cheia, tipo quando tomava remédio para emagrecer. Estranho, eu sei! Talvez efeito placebo*.

O que importa é que hoje amanheci com 71,500 Kg o que me deixa muito feliz pois significa que os 72 de ontem foram resultado do inchaço da dona M.

Agora é seguir a reeducação, reduzir as porções, fazer boas escolhas.  Anotar os cardápios sempre que possível, pesar todos os dias, e, a cada dia, vencer a agressão que faço ao meu corpo ao comer em excesso.

*remédio simulacro que não contem substâncias químicas ou medicinais, mas pode psicologicamente influenciar como um remédio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: